Viktor Lowenfeld e Lambert Brittain – Desenvolvimento da Capacidade Criadora

 

Qualquer professor deveria ler este livro. L. e B. apresentam aqui os motivos e importância da expressão artística para o desenvolvimento das capacidades intelectuais das crianças e jovens.
Na verdade o currículo é uma chatice e as crianças perdem a sua criatividade com a quantidade de coisas que têm que aprender (decorar) e que não lhes serve para nada e pior ainda, não aplicam os conhecimentos no concreto das suas necessidades, o exercício intelectual.
Numa das primeiras partes do livro L. e B. falam-nos do significado da arte para as crianças. Eles consideram que “A criança é um ser dinâmico; para ela, arte é uma comunicação de pensamento. Vê o mundo de forma diferente daquela como o representa e, enquanto desenvolve, sua expressão muda.” por isso a interferência do adulto na expressão artística da criança deverá ser reflectida. “O entusiasmo de alguns professores, pela a maneira intuitiva como as crianças pintam, leva-os a impor-lhes seus próprios esquemas de cores, de proporções e da maneira de pintar. Desta discrepância entre o gosto adulto e o modo como a criança se expressa surge a maioria das dificuldades que impedem as crianças de usar a arte como verdadeiro meio de auto expressão.” L. e B. dão ênfase ao processo “O importante é o processo da criança – o seu pensamento, os seus sentimentos, as suas percepções, em suma, as suas reacções ao seu ambiente.” Õ professor tem o papel de criar situações estimulantes para um desenvolvimento criativo, tendo em conta que “Cada criança revela seus interesses, sua capacidade, seus recursos e seu envolvimento na arte, embora isso, em alguns casos, tenha poucas relações com a “beleza”.”

L e B analisam os vários estádios de desenvolvimento criativo, foco-me naquele que é a das crianças da idade do 2º ciclo – “O alvorecer do realismo: a idade da “turma””. Onde uma série de características do traço são comuns e persistentes nesta idade e seus significados – “O significado da Cor” “O significado do espaço” “O significado do traçado”. Apresentam também variadas temáticas a trabalhar com as crianças desta idade para estimular a expressão artística. Consideram eles que é importante encorajar o trabalho de grupo e a cooperação entre os alunos.
L. e B. consideram a arte fundamental no desenvolvimento das crianças, dado que esta é uma forma da criança ter consciência de si própria e que ” A educação artística pode proporcionar a oportunidade de aumentar a capacidade de acção, de experiência, de redefinição e a estabilidade que é necessária numa sociedade cheia de mudanças, de tensões e incertezas.”
Nesta perspectiva considero que é importante a vivência artística das crianças, fazendo acontecer situações que colocam a criança a expressar-se e a manipular materiais artísticos variados. No entanto acho pouco importante uma exigência técnica na manipulação de materiais e de acordo com as metodologias propostas por L. e B. permitir o diálogo sobre os processos e sentimentos.
About these ads

One thought on “Viktor Lowenfeld e Lambert Brittain – Desenvolvimento da Capacidade Criadora

Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s