Estorvo – Chico Buarque

A excelente capacidade narrativa e poética de Chico Buarque ultrapassa o campo da música. Os livros de Chico Buarque dão-nos momentos de prazer impressionantes. Vejam só este excerto.
“(…) Como não conheço ninguém, tenho liberdade para contornar as mesas e emendar fragmentos de discursos, discussões, gargalhadas. Outras pessoas reúnem-se de pé na extensão do gramado, formando uma sequência de círculos. Posso observar como se comporta um círculo, como se fecha, como se abre, como um círculo se incorpora a outros. Vejo circunferências que se dilatam exageradamente, até que se rompem feito bolhas e dão vida a novas rodas de conversa. Vejo rodas sonolentas, que permanecem rodas pela geometria, não pelo assunto. Tento acompanhar assuntos que saem de uma roda para animar a outra, e a outra, e a outra, como uma engrenagem. Há instantes em que a festa inteira parece combinar uma pausa, e ouve-se então um acorde da orquestra que toca músicas dançantes no interior da casa.” Chico Buarque – Estorvo
Anúncios

3 thoughts on “Estorvo – Chico Buarque

  1. É como aqui na blogosfera… e alguns, com o seu sentido de humor vão provocando, rindo e até “namorando”… é só fumaça!LOLOLOLOL…
    (em rodas é que esses alguns não entram – os que as integram não percebem, mas pensam que sim e escrevem, escrevem, escrevem…)

  2. E já agora que falou na sua Itapoã. Onde fica? Se não a tivesse mencionado, não poderia perguntar.

    Ao pai e à mãe, um abraço. À filhota um beijinho.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s