Bom Ano

bomano1

Anúncios

Azul

azul

 

azul0

 

azul1

 

azul2

 

azul3

1. Cor preferida de mais de metade da população mundial

2. Cor do infinito, do longínquo, do sonho: a) o céu, horizonte, ar  b) romantismo (Werther e Novalis) c) azul acalma d) cor da evasão e) blues (melancólico, nostálgico) f) cor da noite g) Bares e álcool (em alemão, embriagado diz-se blau) h) a hora azul nos EUA é a saída dos escritórios (liberdade) i) as embalagens de medicamentos são, em abundantemente, em azul.

3. Cor da fidelidade, do amor, da fé.

4. Cor da paz (as grandes instituições internacionais UNESCO, ONU, Conselho da Europa).

5. Cor do frio, da frescura e da água.

6. Cor da aristocracia.

7. Cor do trabalho (os fatos de macaco são azuis)

(tirado do livro “Dicionário das cores do nosso tempo” de Michel Pastoureau

Sugestão de Natal

prendasA Teresa resolveu embrulhar algumas prendas com papeis de revista. O resultado é óptimo. Tendo em consideração o papel que se gasta nesta época, esta poderá ser uma solução para acabar com a nossa ambição de gastar o planeta. Para o próximo ano, irão ser todas as prendas embrulhadas em papel de revista.

Juan Munõz

img129Uma exposição a não perder em Serralves. A retrospectiva do trabalho de Juan Munõz considerado por ser um dos maiores escultores vivos. Gostei de ver as suas encenações, pareceram-me ser sobre a solidão. Pois as personagens das suas esculturas apresentam-se ao mesmo tempo acompanhadas por uma multidão e por vezes sozinhas, incógnitas, iguais a tantas outras. Por vezes parecem que gritam. A Teresa chamou atenção para uma situação: uma das personagens parecia que respirava, mas era a nossa batida do coração que fazia parecer esse movimento. A poética é impressionante, lúdica. Uma dos conjuntos de peças que gostei mais foi as telas pretas, desenhadas a branco, representando compartimentos vazios de casas, uma especialmente interessante, pois tem uma escultura, uma personagem a olhar para esse espaço vazio.

img096

 

img163

 

bottom_img7

 

bottom_img_6

01475237700

 

014

 

juan-munoz-the-wasteland-1887

 

munoz_tate35

Estrelas de Natal – final

dscf1798Por fim acabamos o nosso trabalho das estrelas de Natal. Os alunos ficaram contentes com os resultados. Os professores, mesmo os mais reticentes em relação a esta unidade, estavam radiantes, orgulhosos dos seus alunos. Só tenho pena de ter havido tanta resistência a determinadas unidades de trabalho, haver no processo tanta controvérsia quando alguma coisa corre mal: “vês, não te disse, isto é muito difícil para eles” “agora desenrasca-te”. Que perda de energia. Temos que saber aproveitar a nossa energia para outras coisas e não responsabilizar os outros pelas nossas falhas. E ter fé, acreditar na capacidade dos alunos aprenderem (da sua capacidade criativa) e a capacidade de sabermos ensinar. Mesmo nesta nova era “semi-mediaval” em que a escola é desvalorizada.

dscf1840

 

dscf1839

 

dscf1838

 

dscf1835

 

dscf1793

 

dscf1842

 

dscf1834

 

dscf1833

 

dscf1792

 

dscf1795