Artigo de Guta Moura Guedes

A Importância [vital] da cultura em tempos de crise. No Publico de Sábado passado.
“A cultura é a base, talvez a única base, de entendimento possível entre pessoas e entre diferentes países e entre extractos sociais. O seu impacto é transversal e imensamente democrático.
guta
Guta considera que esta crise não é financeira, ou antes a parte financeira é só a ponta do iceberg. “Este iceberg não emergiu do nada” diz ela (eu até diria que este iceberg surgiu do NADA). A verdade é que as prateleiras estão cada vez mais vazias. Vivemos uma época onde falta muito, vivemos uma ascensão tecnológica ausente de conteúdos. No entanto para sermos competitivos e inovadores temos que levar o nosso trabalho à excelência, para isso é necessário apostar na educação artística, nas industrias criativas, nos recursos humanos, etc. Porque “a cultura é a alavanca do desenvolvimento sustentável de um país” (e eu acredito profundamente nisso). É verdade que a escola nunca foi um centro de cultura, foi sempre um local onde se treina os operários para as suas funções mais pragmáticas e agora com a vertente de reservatório enquanto os pais trabalham o máximo de horas possível para podermos competir com a Índia e a China. Mas eu ainda tenho essa utopia de pensarem um dia a escola como centro cultural onde não existe disciplinas mas grupos de projectos com vertentes culturais e assentes nessa proposta da Guta. “Enquanto os bens culturais não forem acedidos por todas as pessoas, enquanto nas escolas e universidades não existirem disciplinas de forte vertente cultural e artística, enquanto a descentralização cultural não for um facto e enquanto as prioridades não se centrarem nos conteúdos e nos recursos humanos, deixando para segundo lugar as construções mais visíveis, estaremos longe de fazer o necessário nesta área.”

Anúncios

One thought on “Artigo de Guta Moura Guedes

  1. Sim, concordo. Belo texto. Temos que apostar numa educação mais consistente no desenvolvimento do lado de expressão do ser humano, da sua própria e da capacidade para receber com abertura a expressão do outro. Através da Arte, da Educação Artística percebemos que somos muito mais do que uma “paça na engrenagem”, que somos mais uma identidade no conjunto de identidades.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s