Bruno Munari – Compasso de Ouro para desconhecidos

Bruno Munari considerou que existia um conjunto de objectos de autores anónimos que deveriam constar do prestigiado prémio de design. Porque são objectos “perfeitos” do ponto de vista do design. São esses objectos: Estante com tripé para orquestra; cadeado para portas; cadeira para repouso de praia; apetrecho para decoradores de vitrinas; machado para rachar lenha; gambiarra; embalagem paralelepipédica do leite; saco plástico. Este conceito funcionalista do design é ainda muito importante, apesar dos pós-modernistas terem invertido a lógica demasiado racional da cultura numa paródia. volta-se agora, de novo, a pensar no design nesta prespectiva, com outras valências, assumindo a estética e a luducidade do objecto como outras dimensões da sua funcionalidade.

Fotografia-131

Fotografia-132

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s