Valter Hugo Mãe


Fotografia de Nélson d’Aires

Uma entrevista que deu à Revista Ler de março de 2010 revela mais um pouco da personalidade deste autor e da sua obra. Valter Hugo Mãe fala do porquê que utiliza as minúsculas no texto, talvez fosse melhor perguntar porque é que fazemos nós maiúsculas, porque é que somos tão redundantes, se o ponto final está lá. Fala-nos também da experiência de se fotografar nu no meio da avenida, na cidade. Vale também a leitura do seu último Livro “Máquina de fazer espanhóis”, um livro passado num lar de idosos, o mundo a descobrir, também um retrato de Portugal, do seu passado.

Anúncios

One thought on “Valter Hugo Mãe

  1. E hoje na apresentação do livro de José Eduardo Agualusa, valter hugo mãe revelou mais uma faceta. A de alguém que tem imenso para dar, a de alguém que, após a leitura de ” o pai em nascimento”, sente um apelo à partenidade e imagina quanta ternura distribuiria. Tudo dito com muito amor, muita sensibilidade, como merece a obra de Agualusa. Enquanto não tem filhos, vai deseducando os sobrinhos… Este texto será publicado no JL.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s