52º Sentir o palpitar da terra novamente


1886
Oil on canvas
37.5 cm (14.76 in.) x 45 cm (17.72 in.)
Van Gogh Museum, Netherlands.

Aquele foi o tempo que nos fechamos: em casa, no centro comercial, dentro do carro. Tivemos medo do frio, do calor, da chuva. Nunca mais sentimos o palpitar da terra.

Neste par de sapatos de Van Gogh que se apresentam cheio de terra, de alguém que a trabalha, sente o ritmo das estações, conhece os ciclos, distingue o tempo de semear e do colher. Nós perdemos tudo isto, eu que o diga que vivi sempre numa pseudo-cidade, sou um suburbano.

Andar de bicicleta é a forma de resistir a esta minha condição de pequeno burguês acomodado. No sitio onde impera “O Temos que ter um carro melhor que o vizinho” reivindico a necessidade de sentir o vento frio na cara e o calor no corpo. Movimentar-me pelos meus próprios meios. Lutar contra as adversidades (que são imensas).

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s