Todos os meus ditadores


Estou rodeado de gente que estabelece o que faço. São na maioria gente horrorosa. As suas determinações são fruto de rituais para afirmação da sua autoridade, apenas isso. Esses pequenos ditadores sabem muito bem estabelecer discursos de alienação individual e colectiva, gente fria e seca. Nos seus discursos estabelecem contextos inexistentes para depois corromperem e chegarem aos seus objectivos. Estes são a primeira linha dos meus ditadores. Faço-lhes resistência.
Depois há os meus ditadores interiores, são a minha cultura de valores e princípios. Mas muitas vezes o meu corpo desobedece as esses. Eles dizem vai por aqui e vou por o outro lado.
Depois há o eu que é um ditador para os outros, para os meus alunos impondo-lhes regras, impondo-lhes uma cultura. Também gostaria de despachar este ditador.
Um dia hei-de me libertar destes ditadores! Um dia eles irão morrer num no bunker em Berlim com cianeto!

3 thoughts on “Todos os meus ditadores

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s