“O mapa e o território” de Michel Houellebecq

 
Este livro conta a história de uma artista plástico que atinge o ponto alto da sua carreira com uma série de retratos de sujeitos (alguns conhecidos) nas suas atividades profissionais, criando um impacto simbólico através das posses, cenários e olhares que criou. Ao mesmo tempo Houellebecq faz um autorretrato claro de si, visto que se torna personagem do livro e ao mesmo tempo vitima de um assassinato medonho. De repente o livro, torna-se também num policial interiorizando todos os estereótipos da literatura policial. No fundo Houllebecq faz uma paródia de si, do mundo artístico e da literatura. É um livro fabuloso e de certa forma didático, para quem como eu, tenta compreender a arte e culturas contemporânea.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s